COMO FORMATAR AS REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS CONFORME A ABNT

As 10 referências bibliográficas mais usadas em trabalhos acadêmicos

COMO FORMATAR AS REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS CONFORME A ABNT

Hoje nosso post irá tratar sobre como elaborar a referência bibliográfica do seu TCC, monografia, artigo, tese, dissertação, etc., de acordo com o padrão exigido pela ABNT. Nos respaldamos na norma NBR 6023 da própria ABNT, que estabelece a elaboração de referências, para apresentar este conteúdo.

Bom, a primeira dica para facilitar sua vida no momento da elaboração das referências bibliográficas é a seguinte: à medida que você estiver escrevendo seu trabalho acadêmico, já comece a elaborar as referências, desse modo, você terá todo o controle do que está sendo citado no seu trabalho. Se esta etapa for feita por último, dará muito trabalho, já que você terá de voltar a todas as citações para começar a construir a referência bibliográfica.

Apresentaremos os 10 documentos mais usados nas referências, são eles:

1 LIVRO

2 ARTIGO CIENTÍFICO

3 ARTIGO E/OU MATÉRIA DE REVISTA OU JORNAL

4 TESE, DISSERTAÇÃO E MONOGRAFIA

5 EVENTO

6 DOCUMENTO JURÍDICO

7 VÍDEO DO YOUTUBE

8 IMAGEM DA INTERNET

9 MAPA, ATLAS, FOTOGRAFIA AÉREA

10 PROGRAMA DE COMPUTADOR

LIVRO

A referência mais simples de se fazer é a de uma obra ou livro, pois a ABNT exige poucos dados. Tenha atenção na ordem em que os dados são apresentados e na forma como estão. A estrutura básica é esta:

SOBRENOME, Nome. Título da obra. Edição. Local de publicação: Editora, ano.

Ex.:

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. 42. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2005.

ROSA, João Guimarães. Grande Sertão: Veredas. 25. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2006.

STAIGER, Emil. Conceitos Fundamentais da Poética. 3 ed. Tradução Celeste Aída Galeão. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1997.

PARTE DE UM LIVRO

Caso a obra contenha vários autores, a ABNT sugere referenciar a parte da obra, apresenta-se primeiro o nome do autor responsável pelo capítulo, o título do capítulo, em seguida, usa-se a expressão em latim “in” que significa “em”, depois, o organizador da obra, se houver, e os dados complementares como já ensinamos, por fim, a página de início e término do capítulo. Veja os exemplos.

SOBRENOME, Nome (autor do capítulo). Título do capítulo. In: SOBRENOME, Nome (Org.). Título da obra. Edição. Local de publicação: Editora, ano. Página de início e termino do capítulo.

COSTA, A.T.; LIMA, R. S. Segurança Pública. In: Crime, polícia e justiça no Brasil. Renato Sérgio de Lima, José Luiz Ratton e Rodrigo Ghiringhelli de Azevedo (Orgs.). 1 ed. 1ª reimpr. São Paulo: Contexto, 2014, p. 89-99.

LORENZ, Günter. Diálogo com Guimarães Rosa. In: COUTINHO, Eduardo F. (Org.). Guimarães Rosa. 2 ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1991, p.62-67. Coleção Fortuna Crítica 6.

ARTIGO CIENTÍFICO

O artigo científico exige um pouco mais de dados na hora da referência, como volume, número, páginas e data de publicação. A boa notícia que damos a respeito deste tipo de documento é  que as revistas científicas costumam adicionar a referência na própria publicação. Aqui no Brasil a maioria dos artigos de cunho acadêmico estão publicados no portal da SciELO, nele é possível conseguir a referência dos artigos conforme a ABNT de maneira bem simples. Veja aonde encontrar.

Como formatar as referências bibliográficas conforme a ABNT? 2

Clique em “Como citar este artigo” e em seguida aparecerá esta tela com as referências bibliográficas conforme a ABNT.

Como formatar as referências bibliográficas conforme a ABNT? 3

Faça as devidas adaptações em razão de alguns dados da referência estar em inglês. Para que não haja dúvida, vamos apresentar os dados obrigatórios que devem conter ao se referenciar um artigo científico.

SOBRENOME, Nome. Título do artigo. Nome da revista, local de publicação, volume, número, páginas, data.

Ex.:

FERREIRA, Lívia. Homência e Hominização em Matraga. Revista de Letras, São Paulo, n.13, p.127-146, 1970-1971.

LIMA, Roberto Kant de. Polícia, justiça e sociedade no Brasil: uma abordagem comparativa dos modelos de administração de conflitos no espaço público. Revista de Sociologia Política, Curitiba, n. 13, p. 23-38, nov. 1999.

Caso o artigo seja retirado da internet, é obrigatória acrescentar “disponível em” com o link que dá acesso ao texto do arquivo e “acesso em” com o dia, mês (abreviado) e ano do seu acesso ao site.

Ex.:

PAULINO, Alice Dias. Os sentidos de existência humana: identidade e reconhecimento. In: Caderno do CEOM, Unochapecó, v. 24, n. 35, 2018. Identidades. Disponível em: <https://bell.unochapeco.edu.br/re-vistas/index.php/rcc/article/view/1-124/581>. Acesso em: 28 jan. 2019.

ARTIGO E/OU MATÉRIA DE REVISTA OU JORNAL

A estrutura da referência de artigo e/ou matéria de revista ou jornal é praticamente a mesma do artigo científico, só que neste caso devemos adicionar informações relativas a números especiais, suplementos, fascículo ou particularidade que identifique a publicação.

Ex.:

PINTO, Ana Estela de Sousa. Robôs ameaçam 54% dos empregos formais no Brasil. Folha de São Paulo, São Paulo, 28 jan. 2018. Mercado. Disponível em: <https://www1.folha.uol.com.br/ mercado/2019/01/robos-ameacam-54-dos-empregos-formais-no-brasil.shtml>. Acesso em: 28 jan. 2019.

PONCIANI, Paula. Tendências e desafios na formação profissional do policial no Brasil. Revista Brasileira de Segurança Pública, São Paulo, ano 1. ed. 1. 2007.

Caso o artigo ou matéria não tenha autor próprio, acontece quando a revista e jornal publica uma nota em seu próprio nome. A referência inicia-se a partir do título.

O que se sabe até agora sobre o jogo da “Baleia azul”. O Globo, São Paulo, 20 abr. 2017. Disponível em: <https://oglobo.globo.com/sociedade/ o-que-se-sabe-ate-agora-sobre-jogo-da-baleia-azul-21236180>. Acesso em: 28 jan. 2019.

MÃO-DE-OBRA e previdência. Pesquisa Nacional por Amostra de

Domicílios, Rio de Janeiro; v. 7, 1983. Suplemento.

TESE, DISSERTAÇÃO E MONOGRAFIA

Trabalhos acadêmicos possuem um mesmo padrão de dados que devem ser referenciados. Lembrando que se você encontrou o texto na internet não deixe de finalizar a referência com o “disponível em” e “acesso em”. Basicamente a estrutura de referência dos trabalhos acadêmicos, independente se se trata de uma monografia, dissertação ou tese, é a mesma.

SOBRENOME, Nome. Título do trabalho acadêmico: subtítulo (se houver). Ano. Quantidade de folhas. Tipo de Trabalho (grau) – Vinculação acadêmica, local, ano.

Ex.:

ELIAS, João Lucas Bernardino. O Voo e a Queda em “A Hora e Vez de Augusto Matraga” de João Guimarães Rosa. 2016. 41 f. Monografia (Licenciatura em Letras) – Universidade Católica de Brasília, Brasília, 2016.

FARIA, Maria Lucia Guimarães de. A Estética Concreta de Guimarães Rosa. Dissertação (Mestrado em Literatura). Brasília: Universidade de Brasília, 1988.

MUNIZ, Jaqueline de Oliveira. Ser policial é, sobretudo, uma razão de ser: cultura e cotidiano da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro. 1999. 289 f. Tese de Doutorado (Ciência Política) – Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro – IUPERJ, Rio de Janeiro, 1999. Disponível em: <https://www.ucamcesec.com.br/wp-content/uploads/2011/05/Ser_policial-sobretudo_razao_ser.pdf>. Acesso em: 28 jan. 2019.

EVENTO

Considera-se como evento: simpósio, congresso, reunião, seminário, etc. O que é essência de ser citado é o resultado deste evento, por exemplo, ata, anal, resumo, resultado, entre outras denominações.

A estrutura básica é esta:

NOME DO EVENTO, numeração (se houver), ano e local. Título do documento. Local: Responsável pela publicação, ano.

Ex.:

REUNIÃO ANUAL DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE QUÍMICA, 20., 1997, Poços de Caldas. Química: academia, indústria, sociedade: livro de resumos. São Paulo: Sociedade Brasileira de Química, 1997.

Caso seja um trabalho que foi apresentado em um evento, é necessário o nome do autor do trabalho, o título e, se houver, as páginas.

SILVA, César et al. A educação como processo social. In: SEMINÁRIO BRASILEIRO DE EDUCAÇÃO, 3., 1993, Brasília. Anais… Brasília: MEC, 1994. p. 112-184.

DOCUMENTO JURÍDICO

Ilustraremos 3 tipos de documentos jurídicos, acredito que sejam os mais usados em trabalhos acadêmicos. Como estes textos costumam ser retirados da internet, faremos a devida referência. Veja o exemplo da referência bibliográfica da nossa Constituição Federal, de uma lei, e de uma jurisprudência (considera-se súmulas, acórdãos, enunciados, sentenças e demais decisões judiciais) respectivamente.

BRASIL, Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Brasília, 5 de outubro de 1988. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03-constituicao/constituicao.htm>. Acesso em: 28 jan. 2019.

BRASIL. Lei n. 7.596, de 10 de abril de 1987. Altera dispositivos do Decreto-lei nº 200, de 25 de fevereiro de 1967, modificado pelo Decreto-lei nº 900, de 29 de setembro de 1969, e pelo Decreto-lei nº 2.299, de 21 de novembro de 1986, e dá outras providências. Brasília, 1987. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/CCivil_0-3/Leis/L7596.htm>. Acesso em: Acesso em: 28 jan. 2019.

Repare que na lei acima, após o seu número, apresenta-se a ementa na íntegra.

BRASIL. Supremo Tribunal Federal. Primeira Turma. Penal e Processual Penal. Habeas-corpus104.486 SP. Relator: Min. Ricardo Lewandowski. Brasília, 28 de setembro de 2010. Disponível em: < http://www.stf.jus.br/portal/jurispru-dencia/listarJurisprudencia.asp?s1=%28SAUDE+E+PRESIDIO%29&-basebaseAcordaos&url=> Acesso em: 26 mar. 2017.

VÍDEO DO YOUTUBE

Cada vez mais, nos respaldamos em conteúdo que está publicado na internet, desse modo, meios como o Youtube ganham mais espaço em trabalhos acadêmicos porque concentram uma infinidade de vídeos de praticamente todas as áreas do conhecimento, sem falar em entretenimento, música, filmes, produção alternativa, curiosidades, flagras, etc. Desse modo, procuramos em conformidade com a ABNT referenciar vídeos retirado deste importante site.

A estrutura é esta:

SOBRENOME, Nome (autor do vídeo). Título do vídeo. Nome do canal no  Youtube. Data de publicação. Tempo do vídeo. Disponível em: , Acesso em: .

Ex.:

JOVEM PAN NEWS. Giro de Notícias Jovem Pan – 25/01/19 – Primeira Edição. Jovem Pan News, 25 jan. 2019. (2 min 20 ss). Disponível em: < https://www.youtube.com/watch?v=p8wlrPqlKw4>. Acesso em: 28 jan. 2019.

VARELLA, Drauzio. Jô Soares bate um papo especial com Drauzio Varella | 11/11/2016. Entrevistador: Jô Soares. Natan Ribeiro, 13 nov. 2016. (44 min 41ss). Disponível em: < https://www.youtube.com/watch?v=kTfy2QSeiFc>. Acesso em: 28 jan. 2019.

IMAGEM DA INTERNET

É um documento relativamente muito fácil de referenciar. Basta seguir a determinada estrutura:

SOBRENOME, Nome (autor da imagem). Título (se não houver, a ABNT recomenda atribuir uma denominação entre colchetes), data, especificação do suporte, dados de acesso.

Ex.:

KNAPP, Eduardo. [Robô Youmi]. 28 jan. 2019. 1 fotografia, color. Disponível em: <https://www1.folha.uol.com.br/merc-ado/2019/01/robos-ameacam-54-dos-empregos-formais-no-brasil.shtml>. Acesso em: 28 jan. 2019.

GOGH, Vicente Van. Os comedores de batata. 1885. Tela sobre óleo. Disponível em: <https://pt.wikipedia.org/wiki/Vincent _van_Gogh>. Acesso em: 28 jan. 2019.

MAPA, ATLAS, FOTOGRAFIA AÉREA

São também conhecidos como documento cartográfico. O padrão de referência segue os já apresentados, quais sejam:

SOBRENOME, Nome. Título do documento. Local: Editora, data, designação específica e escala.

Ex.:

INSTITUTO GEOGRÁFICO E CARTOGRÁFICO (São Paulo, SP). Projeto Lins Tupã: foto aérea. São Paulo,1986. 1 fotografia aérea. Escala 1:35.000. Fx 28, n. 15.

BRASIL e parte da América do Sul. São Paulo: Michalany, 1981. 1 mapa. Escala 1:600.000.

ATLAS Mirador Internacional. Rio de Janeiro: Enciclopédia Britânica do Brasil, 1981. 1 atlas. Escalas variam.

PROGRAMA DE COMPUTADOR

Às vezes precisamos fazer a referência de um documento que é de acesso exclusivo em meio eletrônico como um programa, exemplos: dicionário eletrônico, sistema operacional, base de dados, arquivo em disco rígido, entre outros. A forma como esse documento eletrônico deve ser apresentada é bem simples. Veja os exemplos.

INSTITUTO Antônio Houaiss. Houaiss eletrônico. Objetiva, 2009. CD-ROM.

Microsoft Corporation. Microsoft Office 365 PT-BR. Disponível em: < https://www.office.com/>. Acesso em: 28 jan. 2019.

Por fim, nossa última dica é quanto à formatação das referências, ou seja, como elas devem ser apresentadas visualmente. A ABNT estabelece que devem ser organizadas à esquerda e em espaçamento simples (1,0).

Dessa maneira, finalizamos nosso post da semana. Deixe suas dúvidas nos comentários que teremos o prazer de respondê-las.

Caso precise de uma ajuda mais técnica em relação à formatação confome a ABNT ou revisão textual, conheça nossos serviços.

Até o próximo post!

Se o conteúdo foi relevante para você, compartilhe! 😉

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Sobre o autor

Sobre o autor

Prof. João Lucas tem grande paixão por leitura e escrita. Formado em Letras pela Universidade Católica de Brasília, atualmente se dedica à revisão de textos e leciona Língua Portuguesa em escolas de Brasília.